terça-feira, 17 de julho de 2012

MERCADO: Brasil tem maior taxa do cartão de crédito entre países da América Latina





Apesar das recentes quedas na Selic, o Brasil tem a maior taxa média de juros nas operações com cartão de crédito na comparação com seis países da América Latina (Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Venezuela e México).


O levantamento foi divulgado nesta terça-feira pela ProTeste (associação de defesa do consumidor). O brasileiro que recorre ao financiamento por meio do cartão de crédito, o chamado rotativo, paga taxa média de juro anual de 323,14%.

O Peru, que é o segundo país entre os pesquisados a ter valor maior, cobra 55% ao ano, e o Chile 54,24%. O menor percentual é da Colômbia com 29,23% anual.

Segundo a associação, a comparação foi feita com as taxas praticadas em outros países, priorizando a América Latina, porque países da zona do euro e outros, além de praticarem taxas sabidamente inferiores às do Brasil, boa parte deles não financia saldos devedores de cartões de crédito.

Para a ProTeste, há um "exagero" na cobrança das taxas de juros do cartão de crédito no país.

"Caso a média anual dessas taxas fosse a metade, ainda seria maior que o dobro do segundo colocado, que é o Peru, com taxa anual de 55%", diz em nota.

Veja as taxas de juros anuais (acumulada nos últimos 12 meses) do cartão de crédito
Brasil - 323,14%
Peru - 55%
Chile - 54,24%
Argentina - 50%
México - 33,8%
Venezuela - 33%
Colômbia - 29,23%

Fonte : Folha on line 

Nenhum comentário:

Postar um comentário