sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O universo fotografado em 570 megapixels

A Dark Energy Camera registra 100 mil galáxias acoplada a um telescópio e é a câmera mais potente do mundo
A câmera demorou oito anos para ser construída e tem o tamanho de uma cabine telefônica. FOTO:DARK ENERGY SURVEY COLLABORATION
SÃO PAULO – 
No dia 12 começou a funcionar a câmera digital mais potente do mundo.  Sua objetiva não está apontada para nenhuma celebridade, mas para o céu. Acoplada ao telescópio Blanco, no Chile, a câmera Dark Energy Camera faz fotos de 570 megapixels que podem ajudar a desvendar como surgiu o universo. A resolução indica que cada imagem pode ter um tamanho de até 93 metros por 69 metros, uma área de 6.417 m².
A câmera identifica emissões de energia escura, um tipo de força amplamente disponível no universo. Os cientistas acreditam que essa energia  seja responsável pelo fato de o universo estar em constante expansão. Suas fotos captam luz que está muito distante da Terra, a oito bilhões de anos-luz. Até 100 mil galáxias são registradas em uma única foto. Foram necessários oito anos para construir o aparelho, que tem aproximadamente o tamanho de uma cabine telefônica.
Detalhe da galáxia NGC 1365 capturado pela câmera, distante 60 milhões de anos-luz. FOTO:DARK ENERGY SURVEY COLLABORATION
As potentes panorâmicas do céu de  podem ajudar a entender a mecânica dos planetas e outros corpos celestes e explicar a origem do universo. “A inauguração da Dark Energy Camera começa uma significante nova era na nossa exploração das fronteiras cósmicas”, disse em comunicado oficialJames Siegrist, diretor-associado de ciência para física de alta energia no Departamento de Energia dos EUA.

Fonte : Link Estado de São Paulo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário